Como lidar com a raiva

A raiva é uma das emoções mais complicadas de lidar. Justamente por isso, geralmente tentamos dominar a raiva reprimindo-a por longos períodos, até que em determinado momento, é a raiva que acaba por nos dominar.

Entretanto, na Psicologia de Orientação Junguiana, buscamos compreender todas as emoções como mensageiras da nossa psique. Assim, também a raiva tem algo importante a dizer para nossa consciência.

Precisamos então, aprender a ouvir nossas emoções, para compreender a necessidade que elas apontam e assim poder aprimorar nosso autoconhecimento e nos transformar em seres mais completos.

A raiva, além disso, é uma emoção dotada de muita energia psíquica, por isso as suas manifestações são geralmente bastante explosivas. No entanto esta energia psíquica que é mobilizada pela raiva é necessária nos processos de transformação mais dolorosos, como conquistar o nosso espaço, impor os nossos limites, encerrar um ciclo, terminar um relacionamento…

“Quando nos permitimos aprender com nossa raiva, assim transformando-a, nós a dispersamos. Nossa energia volta para ser usada em outras áreas, especialmente na área da criatividade.” (Estés, 2011)

Isso mesmo, na área da criatividade! A raiva pode ser um grande catalisador de profundas mudanças em nossas vidas e o resultado deste comprometimento com nossa transformação é uma vida mais criativa, cheia de energia e abertura para o novo.

ADRIANA BOLIS • CRP 12/14.792

ELAIDE LABONDE • CRP 08/18.170

Falar pelo WhatsApp